Manter uma coleção de veículos raros em meio à zona de guerra é algo bem complicado. 

Na cidade de Aleppo, na Síria, Mohamed tentou preservar seus carros para que permanecessem intactos.

A coleção de veículos é do sírio Mohamed Mohiedin Anis, um colecionador que lutou para preservar sua coleção na principal cidade destruída pelos bombardeios ocorridos na Guerra da Síria.

Mas mesmo com o proprietário tentando proteger seus veículos, alguns dos modelos acabou sofrendo danos, como o modelo Hudson que foi cravejado por balas.

Tempos depois, Mohamed foi obrigado a abandonar Aleppo para proteger a própria vida e  voltou após o exército sírio retomar o controle da cidade.

Mohamed Anis possuía 30 carros, sendo que foram roubados 10 e foram apreendidos 7 pela polícia.

Entre os modelos que restaram há um VW Thing, um Mercury Montclair 1956, uma picape Chevrolet 1950, e um Hudson Commodor 1949. Além disso, há também alguns exemplares de Buick e Cadillac.

O sírio pretende começar a restauração dos carros antes mesmo de arrumar sua própria casa, que há cômodos correndo risco de desabar.

O sonho de montar seu museu de carros não morreu, pois Mohamed disse que vender os veículos está fora de cogitação e o acervo ficará para seus 8 filhos.

Confira a galeria de imagens abaixo:

Página 1 de 9
CONTINUAR