SUV compacto será lançado no Brasil em 2019, com motores 1.0 TSI e 1.4 TSI

Pouco após ser apresentado para a imprensa ainda camuflado, o Volkswagen T-Cross começa a realizar os seus últimos testes sem esconder tanto as suas linhas. O SUV compacto apareceu na Europa escondendo apenas por adesivos nos faróis e lanternas. Sua estreia no Velho Continente será nos próximos meses, logo em seguida aparecendo no Brasil durante o Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro.

Nossos espiões nos contaram o Volkswagen T-Cross avistado tinha adesivos colados por cima das lanternas, escondendo não só o seu tamanho real, como também o fato de que ela terá uma linha atravessando toda a tampa do porta-malas. Se você aproximar bastante a foto, consegue notar que há uma fita preta. Para fechar o disfarce, a marca ainda colou seu logotipo na traseira, só que ele ficou torto e acabou denunciando que há algo de errado. O para-choque traseiro também tem adesivos imitando as saídas do escapamento.

Fizeram o mesmo na frente do T-Cross. Colaram adesivos sobre as luzes de neblina, que terão outro formato. E ainda tem peças de plástico em preto brilhante entre a grade e os faróis, apenas escondendo o formato da grade, semelhante a do novo Jetta. Ainda não vimos o interior do protótipo, mas pode esperar pelas mesmas linhas do Polo, utilizando o mesmo visual retilíneo e acabamento.

Vale lembrar que o T-Cross brasileiro será diferente do europeu nas medidas. Por lá, ele usa o entre-eixos do Polo (2,56 m), enquanto aqui será feito sobre a base do Virtus (2,65 m de entre-eixos), o que vai ampliar sobremaneira o espaço no banco traseiro e aumentar o comprimento para 4,19 metros. Já o porta-malas será de 380 litros.

O fato de rodar com pouca camuflagem significa que o Volkswagen T-Cross está próximo de sua apresentação. Como a VW não irá participar do Salão de Paris (França), será revelado em um evento separado até outubro. Depois disso, vem direto para o Brasil, sendo a estrela do estande no Salão de São Paulo. A produção em São José dos Pinhais está programada para começar em janeiro de 2019, chegando às lojas nos meses seguintes. Deixará de lado o motor 1.6 MSI (será produzido apenas para exportação), partindo direto para o 1.0 TSI de 128 cv e o 1.4 TSI de 150 cv, com câmbio manual de 5 marchas (apenas no 1.0) ou automático Tiptronic de 6 marchas (nos dois).

Fotos: Automedia

Confira a galeria de fotos abaixo: