Nova bateria permitiu aposentadoria definitiva do motor a combustão nas versões iniciais do hatch

Por
Gabrielle Guimarães

access_time

23 abr 2019, 19h33 – Publicado em 23 abr 2019, 19h30

Visual do hatch não teve alterações

Visual do hatch não teve alterações (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Do ponto de vista legal, o BMW i3 foi o primeiro carro elétrico à venda no Brasil. Mas críticos dirão (com alguma justificativa) que apenas a versão com extensor de autonomia (Rex) foi ofertada à pronta-entrega no País, enquanto a unicamente elétrica era vendida apenas por encomenda.

Discussões técnicas à parte, o importante é que o novo i3 que acaba de chegar ao Brasil resolve de vez essa questão, pois a marca passou a oferecer duas versões do modelo sem o motor bicilíndrico a gasolina. A novidade estreia junto com o novo pacote de baterias de 120Ah do hatch.

Com elas, o i3 tem autonomia de até  395 km (ciclo NEDC), ante os 300 km da versão 94Ah exclusivamente elétrica atual. Com o extensor a gasolina, agora ofertado apenas na versão topo de linha, o alcance chega a 440 km, segundo a marca.

O compacto premium é disponibilizado em três versões: i3 BEV, com preço sugerido de R$ 205.950,  i3 BEV Connected, de R$ 229.950 e o i3 REX Full (com extensor), por R$ 257.950. O motor de 170 cv e 25,5 mkgf não teve alterações, e o carro acelera de 0 a 100 km/h em 8,1 segundos, com velocidade máxima é de 150 km/h.

Versão com extensor pode alcançar os 440 km de autonomia

Versão com extensor pode alcançar os 440 km de autonomia (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Nas outras duas versões, mais leves e sem o extensor, o 0 a 100 km é alcançado em 7,3 segundos, com a mesma velocidade máxima do REX Full. Pelo ciclo WLTP, mais rigoroso, essas versões têm 335 km de autonomia.

Quer se tornar um mecânico de sucesso? Clique aqui !

A versão top de linha disponibiliza Comfort Access e Driving Assistant Plus

A versão top de linha disponibiliza Comfort Access e Driving Assistant Plus (Divulgação BMW/Quatro Rodas)

O visual do i3 de 120Ah é o mesmo da versão recém-reestilizada do hatch, que estreou no Brasil há menos de um ano. Como a própria BMW já havia afirmado, a versão esportiva i3S não será oferecida por aqui.

Arquitetura BMW LifeDrive garante maior agilidade seguindo o padrão BMW

Arquitetura BMW LifeDrive garante maior agilidade seguindo o padrão BMW (Divulgação BMW/Quatro Rodas)

O pacote de equipamentos varia de acordo com a versão, com destaque para o teto-solar duplo, frenagem autônoma de emergência e assistente de permanência em faixa do topo de linha Rex Full.

Locais e possibilidades de carregamento no Brasil

Visando facilitar as possibilidades de carregamento, a empresa vem firmando, desde 2015, parcerias com outras grandes a fim de instalar mais pontos de carregamento de veículos elétricos e híbridos em postos de combustíveis, supermercados e shopping centers nas principais capitais do país.

Ano passado a BMW inaugurou um corredor com postos de carregamento para veículos elétricos e híbridos na Rodovia Presidente Dutra, conectando as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, as maiores metrópoles brasileiras.

Em um teste feito em primeira mão feito por QUATRO RODAS, porém, os carregadores nem sempre funcionaram como deveriam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here