Operação sino-brasileira promete fazer rede crescer 67% em 2020, e está compartilhando pontos de venda com a marca coreana para acelerar expansão

Revenda Hyundai cede parte de seu espaço à Caoa Chery no Engenho Novo, Rio de Janeiro (RJ)

Revenda Hyundai cede parte de seu espaço à Caoa Chery no Engenho Novo, Rio de Janeiro (RJ) (Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

A Caoa Chery terminou 2018 com uma meta ousada: expandir de 85 para 142 o número de concessionárias entre novembro de 2019 e o final de 2020. Um crescimento de 67% ou dois terços em relação à rede existente até novembro.

Onze novos pontos já foram oficialmente inaugurados em dezembro do ano passado, em cidades como Fortaleza (CE), Florianópolis (SC), Belém (PA), João Pessoa (PB) e outras de todas as regiões do país.

No site oficial da marca, o número de pontos autorizados conferido até a última terça-feira (21) já havia subido para 96.

Caoa Chery quer fazer rede crescer 67% em 2020

Caoa Chery quer fazer rede crescer 67% em 2020 (Fernando Pires/Quatro Rodas)

Só que uma movimentação feita na virada de dezembro para janeiro e ainda não constante nos registros oficiais já foi percebida por QUATRO RODAS em pelo menos duas capitais: São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ).

Nessas duas cidades, o grupo Caoa começou a dividir concessionárias antes usadas integralmente para vender veículos da Hyundai, deixando uma parte do espaço dedicada a lojas da operação Caoa Chery.

É uma estratégia similar à que o grupo PSA tem feito com Peugeot e Citroën nos últimos anos.

A diferença é que, enquanto as duas francesas pertencem ao mesmo grupo, no caso de Hyundai e Chery a única relação é o fato de ambas serem representadas pela Caoa no Brasil.

Um dos pontos que foram divididos fica no bairro de Perdizes, na capital paulista. Ali, metade de uma antiga Hyundai Caoa passou a ostentar o logotipo da Caoa Chery.

Concessionária compartilhada entre Hyundai e Caoa Chery em São Paulo (SP)

Concessionária compartilhada entre Hyundai e Caoa Chery em São Paulo (SP) (Leonardo Felix/Quatro Rodas)

O outro está localizado no Engenho Novo, zona Norte do Rio. Lá, no entanto, apenas uma pequena porção do espaço, talvez menor do que 25%, passou a ser dedicada aos veículos da fabricante chinesa.

Por enquanto, nenhum dos dois novos pontos consta na lista do site da Caoa Chery.

Procuramos a Caoa para saber quando a atualização das informações acontecerá, quantas revendas Hyundai o grupo pretende compartilhar com a Chery e como funcionará essa divisão, especialmente em relação às oficinas.

O grupo confirmou a instalação das duas revendas avistadas pela reportagem, mas não entrou em mais detalhes nem informou o número atualizado de revendas da Caoa Chery até a publicação desta reportagem.

Caoa é a importadora oficial da Hyundai no Brasil e vende produtos como o SUV Santa Fe

Caoa é a importadora oficial da Hyundai no Brasil e vende produtos como o SUV Santa Fe (Fernando Pires/Quatro Rodas)

Também contatamos a HMB (Hyundai Motor Brasil), para questionar se a empresa está ciente da redução do espaço físico de algumas de suas concessionárias promovida pela Caoa, mas esta sequer respondeu.

Entramos, então, em contato com a própria revenda de São Paulo para saber se havia algum tipo de compartilhamento de atendimento ou de uso da oficina.

Um tanto contrariada, a atendente da Hyundai respondeu que a área de pós-venda seguia sendo de uso exclusivo para veículos da marca coreana.

 

Também ligamos para a outra metade da revenda, agora dedicada à Caoa Chery.

Muito mais simpático, o vendedor confirmou que aquele era apenas um showroom, e indicou outra concessionária nas proximidades onde seria possível receber atendimento para reparos e revisão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here