Especuladas desde julho, mudanças na oferta de motores do Chevrolet Equinox não devem demorar para se tornar realidade nos Estados Unidos. Conforme relata o site GM Authority, o atual motor 2.0 turbo emprestado do Camaro (codinome LTG) será descontinuado e deverá ser substituído por um propulsor de igual litragem considerado menos poluente.

Dessa forma, o powertrain que hoje entrega 255 cv e 35,9 kgfm de torque nos EUA (262 cv e 37 kgfm de força no Brasil) dará lugar a um 2.0 turbo com 240 cv e 35,6 kgfm de torque. Identificado pela sigla LSY, o motor é o mesmo usado por modelos como Cadillac XT4 e Chevrolet Blazer, e considerado mais amigável ao meio ambiente que o anterior.

A mudança será implementada no mercado norte-americano junto com o lançamento do modelo reestilizado – que já foi apresentado e deverá chegar às lojas como linha 2022 nos próximos meses. O atual motor 1.5 turbo de 172 cv deverá seguir em oferta sem alterações, tendo em vista o fato de ser o mais procurado do portfólio. Para efeito de comparação, o Equinox 2.0 responde por apenas 7% das vendas nos EUA.

No Brasil, o SUV ainda tem sob o capô o motor 2.0 do Camaro na versão topo de linha Premier. Assim como a variante americana, a configuração destinada ao mercado nacional é produzida no México. Resta saber se a GM fará a troca de motores também por aqui ou passará a focar apenas no 1.5. Teremos a resposta no ano que vem, com a chegada do modelo reestilizado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here