Projeto de veículo totalmente elétrico quer tornar o serviço de taxi-aéreo acessível para todos e acelerar o ecossistema da mobilidade urbana

Por Flávia de Oliveira

access_time

12 jun 2019, 16h37

O projeto de “Uber voador” da Embraer

O projeto de “Uber voador” da Embraer (Embraer/Divulgação)

Parece que não faz muito tempo que carros voadores só existiam nos livros e filmes de ficção científica. Mas os anos passaram e a fantasia está prestes a virar realidade.

O modelo de “carro voador” foi apresentado pela EmbraerX, uma subsidiária da Embraer para negócios disruptivos, no Uber Elevate Summit 2019, evento americano sobre soluções para o futuro do transporte compartilhado.

Projeto da companhia brasileira em parceria com a Uber, o protótipo é uma espécie de drone misturado com helicóptero e SUV. Segundo os donos, a experiência do usuário e a “paz” do passageiro são o foco.

Primeiros testes devem começar em 2020

Primeiros testes devem começar em 2020 (Embraer/Divulgação)

Trazer à realidade o sistema de caronas aéreo e tornar o serviço acessível para todos também faz parte dos principais objetivos das desenvolvedoras.

 

“Como um acelerador de mercado comprometido em desenvolver soluções para transformar as experiências da vida, combinamos o pensamento de design centrado no ser humano”, afirmou Antonio Campello, presidente da EmbraerX.

Conhecido como eVTOL (sigla em inglês para veículo elétrico de decolagem e aterrissagem vertical), o “SUV voador” reúne uma série de tecnologias que permite alta confiabilidade, custos operacionais reduzidos e baixa produção de ruídos.

Cabine é inspirada num SUV

Cabine é inspirada num SUV (Embraer/Divulgação)

 

“A equipe da Embraer se concentrou na experiência do cliente, utilizando sistemas redundantes incorporados para alcançar a segurança ideal e também baixo ruído com um sistema de oito rotores que permitem a elevação por extensão”, disse Mark Moore, diretor de Engenharia de Aviação da Uber.

“Nossa equipe aguarda com expectativa a colaboração contínua para obter um veículo de passeio aéreo tranquilo, verde e seguro”, acrescentou.

Para os ansiosos de plantão: ainda não há um cronograma público para apresentação da aeronave, mas, segundo a Uber, haverá testes com os veículos já em 2020.

No ano que vem, quem estiver em Melbourne, Austrália ou em Dallas e Los Angeles, Estados Unidos, pode se assustar ao avistar um destes “carros voadores”.

São Paulo, a cidade com mais viagens de Uber, fica fora da rodada de testes por enquanto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here