A Ferrari Purosangue será um modelo importante para a marca, como o primeiro crossover da empresa. Esperado para o ano que vem, o carro começa a intensificar os testes, aproveitando o período final do inverno na Europa. Nestes novos flagras, o primeiro utilitário da fabricante italiana aparece usando uma modificação da carroceria do Maserati Levante, só que mais baixo do que o normal.

As fotos mostram o crossover rodando pelas estradas cheias de neve da Suécia. Esconder a Ferrari Purosangue com a carroceria da Maserati e mais a camuflagem ajuda a manter o design em segredo. Tem um capô longo com a grade da Maserati na frente, uma para-brisa bem inclinado e uma traseira que chega até a lembrar uma perua. O para-choque traseiro tem o estilo usado pela Ferrari, além das quatro saídas do escapamento. Esqueça o formato das lanternas, pois são de uso temporário para poder rodar em testes.

A Ferrari já deu alguns detalhes sobre a Purosangue. Terá a plataforma Front Mid Engine Architecture, uma das duas que a empresa irá utilizar para todos os seus carros e, como diz o nome, utiliza um motor central. A base foi feita para aceitar motorizações eletrificadas, como será o caso do utilitário, que deve adotar um motor V12 híbrido. Aidna terá tração integral, um sistema de suspensão “inovador” e que pode alterar a altura em relação ao solo de acordo com os comandos do motorista.

Para abrir espaço na linha, a Ferrari encerrou a produção do GTC4Lusso, modelo de quatro portas e tração integral que tinha mais espaço no porta-malas, além de usar um motor V12. Faz sentido pois o crossover acabaria canibalizando as vendas do GTC4Lusso e o utilitário tem mais chances de vender bem, a exemplo do Lamborghini Urus, que logo virou o modelo mais vendido da empresa.

Eventualmente, os protótipos da Ferrari Purosangue deixarão de lado a carroceria da Maserati para usar as peças de produção, porém isso deve levar mais alguns meses. A apresentação do carro só deve acontecer em 2022, começando a ser vendido no mesmo ano como modelo 2023.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here