O desenvolvimento da nova geração do Ford Bronco, um dos lançamentos mais aguardados da marca para 2020, parece estar prestes a ser concluído. Prova disso é que o modelo já circula com carroceria definitiva e não se acanha em deixar à mostra detalhes do design quadradão fortemente inspirado no Bronco original. Flagras anteriores já haviam revelado a variante de quatro portas e a novidade agora diz respeito à versão mais curta, de apenas duas portas. Será a configuração mais fiel ao formato do utilitário da década de 1960 e uma espécie de primo rico e retrô do Troller T4 brasileiro – inclusive com semelhanças mecânicas, como o esquema de suspensão por eixo rígido.

Como já dito, o novo Bronco voltará ao mercado como parte da ambiciosa e arriscada estratégia da Ford de focar apenas em SUVs e picapes. A ideia é aproveitar o boom vivido atualmente por ambas as categorias e deixar de lado segmentos em declínio, como o de sedãs e minivans. Segundo estimativas da marca, os SUVs responderão por mais de 50% das vendas totais de veículos nos Estados Unidos nos próximos dois anos.

Nesse novo momento, o Bronco voltará à vida com forte pegada retrô no visual, mas do ponto de vista tecnológico será altamente avançado. A capacidade off-road também será um dos principais destaques e, nesse quesito, espere por diferentes modos de condução, assim como já acontece picape F-150 Raptor.

Ford Bronco Duas Portas 2021
Ford Bronco Duas Portas 2021

Nesta nova geração, como já vinha sendo especulado, a gama de versões será completa e os estilos de carroceria (2 e 4 portas) promete atender a todos os gostos. Nada mais estratégico para a Ford do que oferecer as duas opções, tendo em vista que o Jeep Wrangler (oferecido em ambas as configurações) será o principal rival.

Além disso, o modelo será semelhante ao Wrangler no sentido de facilitar a remoção completa de algumas peças, especialmente teto e portas (repare na camuflagem), que poderão ser armazenados na área de carga traseira. O recurso é bastante usado por adeptos de off-road pesado e aventuras ao ar livre.

Já é certo também que o utilitário fará uso de um inédito câmbio manual de 7 marchas, cujo desenvolvimento está sendo tocado pela Getrag. Será uma oferta é bastante inusitada, principalmente quando se leva em conta as atuais tendências do mercado. De todo modo, esta não será a única opção de transmissão e muito menos a mais procurada, já que uma caixa automática de 10 marchas também estará disponível e certamente será a opção mais popular. A gama de motores será formada pelos propulsores 2.7 V6 e 3.5 V6 da família EcoBoost, com potência na casa dos 300 cv.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here