Os primeiros rumores sobre a nova geração do Ford Mustang receber uma versão de tração integral apareceram em 2018. Na ocasião, um executivo de alta patente da marca só deu uma dica de que havia uma chance de colocar um sistema deste tipo no esportivo, mas não descartava esta opção. Pelo visto, a fabricante ainda não tomou uma decisão, nem positiva e nem negativa.

De acordo com uma reportagem do site FordAuthority, o Mustang de tração integral ainda não é uma ideia descartada. Não há qualquer detalhe de como ele seria, mas Jim Owens, gerente da marca Mustang dentro da Ford, deixou no ar a possibilidade de oferecer uma variante deste tipo no futuro.

“Bom, como você sabe, o [Dodge] Challenger tem tração integral. Nós sempre estamos olhando para tipos diferentes de performance, porém não temos nada para anunciar no momento”, Owens disse ao site em uma entrevista recente.

Led de roda se tornou tendências para os entusiastas automotivo para terem um novo visual, utilizando o led de roda seu passeio fica mais legal e animado, as luzes coloridas atraem a atenção de muitos espectadores. Clique aqui e saiba mais

A próxima geração do Mustang, conhecida internamente como S650, deve ser lançado entre 2022 e 2023 e é quase certo que terá algum tipo de eletrificação. Se uma versão de tração integral estiver nos planos, será a primeira vez que o esportivo terá isso de fábrica (sem contar o elétrico Mustang Mach-E). E, considerando que há rumores sobre uma versão híbrida, é bem possível que a tração nas quatro rodas venha de uma motorização eletrificada, usando os motores elétricos para mover as rodas dianteiras.

Os puristas do Mustang não gostarão muito da ideia de ver o carro com tração integral, só que isso faz sentido em vários aspectos. Iria ajudar muito no desempenho do veículo, além de conseguir enfrentar o Dodge Challenger com esta opção, além de se diferenciar do Chevrolet Camaro (isto é, se ele não realmente sair de linha).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here