Picapes têm espaço nos exércitos? A empresa Ricardo, especialista em equipamentos militares, acredita que sim e preparou um conceito da Ford Ranger pronto para entrar em combate. A picape média recebeu mudanças que foram além da blindagem, como um sistema elétrico mais robusto para lidar com equipamentos extras, proteção contra interferência via rádio e até um suporte na caçamba para montar uma metralhadora.

A preparadora entende muito bem como desenvolver carros para uso militar. Foi ela quem criou o Land Rover Wolf, baseado no Defender XD e que é usado pelo exército britânico, além do blindado Foxhound. A Ford Ranger é a primeira picape mexida pela empresa, com peças da Polaris.

Para aplicação militar leve, a Ranger recebeu uma estrutura na caçamba que, além de deixar o modelo mais firme, tem uma área circular para a instalação de uma arma fixa. A empresa ainda adicionou blindagem no assoalho, melhorou o isolamento contra água e colocou vidros blindados. Os para-choques foram reforçados para melhorar a segurança no caso de um impacto ou explosão.

Do lado de dentro, as adições são o cinto de quatro pontos em todos os assentos e um sistema elétrico de 24V, mais adequado à demanda energética dos equipamentos militares. Recebeu também uma proteção eletrônica contra interferência via rádio.

Ford Ranger Military Demonstrator - Ricardo
Ford Ranger Military Demonstrator - Ricardo

Manteve o motor 2.0 biturbo diesel que equipa a Ranger na Europa, entregando 213 cv e 50,9 kgfm e trabalhando em conjunto ao câmbio automático de 10 marchas, distribuindo a força nas quatro rodas. A empresa diz que a picape preparada pode usar outros motores já existentes na linha da picape e que pode melhorar ainda mais a Ranger com uma nova suspensão, amortecedores, freios, rodas para uso pesado e pneus de uso misto.

Embora o resultado final seja interessante e a Ricardo diga esta Ford Ranger demonstra bem como pode ser usada pelos militares, ela ainda não está confirmada para produção.

Fotos: divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here