A exemplo de outras grandes montadoras globais, como Volvo e Honda, a Hyundai também deixou de investir no desenvolvimento de novos motores a diesel. Pelo menos é o que adianta o Korea JoongAng Daily, que usa fontes da indústria sul-coreana e relatórios locais para informar que a empresa interrompeu o desenvolvimento de propulsores do tipo no segundo semestre de 2020.

A partir de agora, a estratégia será focar na atualização e aprimoramento dos motores já existentes. Ou seja, a suspensão de projetos de novos porwertrains não significa saída do mercado de carros a diesel – pelo contrário. A marca continuará atuando no segmento pelos próximos anos, seja com SUVs, caminhões, minivans ou carros de passeio (conforme a necessidade e demanda de cada região).

No que diz respeito aos motores a gasolina, o desenvolvimento de novos projetos seguirá em curso e sem alterações. O setor ainda é altamente relevante e anda de mãos dadas com a eletrificação no segmento de híbridos e híbridos do tipo plug-in – categorias onde a Hyundai vem investindo bastante. Consequentemente, propulsores gasolina continuam altamente relevantes dentro da empresa.

Led de roda se tornou tendências para os entusiastas automotivo para terem um novo visual, utilizando o led de roda seu passeio fica mais legal e animado, as luzes coloridas atraem a atenção de muitos espectadores. Clique aqui e saiba mais

A preocupação das montadoras com o desenvolvimento de novos motores é reflexo do endurecimento das regras ambientais mundo afora. Na Europa, por exemplo, o chamado regulamento Euro 7 deve entrar em vigor em meados desta década, tornado ainda mais rígidos os padrões anti-poluição. Ao mesmo tempo, muitos investimentos estão sendo direcionados para o desenvolvimento de veículos elétricos, que devem dominar o futuro da indústria.

Hyundai i30 2021

i30 é vendido na Europa com motor 1.6 CRDi diesel de 136 cv

Não à toa, a Hyundai já adiantou que terá pelo menos 23 carros totalmente elétricos à venda até 2025, incluindo o Ioniq 5 aguardado para o mês que vem. A Kia, pertencente ao mesmo grupo, não ficará por baixo e também prepara uma verdadeira enxurrada de EVs. O mesmo vale para a divisão de luxo Genesis, que entrará para a onda elétrica mais cedo ou mais tarde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here