Conheça outras matérias:

– O Passat pointer 1.8 gts 1985 com 91 km rodados (15 Fotos)

– Escort XR3: Não da pra acreditar (10 Fotos)

Um pouquinho da história do Diplomata.

Nos inesquecíveis anos 80, a linha A Chevrolet trazia uma cara novo para famoso Opala, com formas mais retangulares nas lanternas dianteiras e traseiras.

O lataria recebeu a reformulação, mas o interior dos veículo não foi alterado 1980, somente no ano seguinte. Ainda neste ano, surgiria a mais impressionante versão, a Diplomata, revestimento de vinil e outros itens de conforto conforme anterior.

Recebendo vários itens de conforto em 1985, como vidros, travas, retrovisores, antena e porta-malas elétricos, desembaçador traseiro e direção ajustável. Houve também uma pequena reestilização da linha Opala, sendo as novas lanternas traseiras e a incorporação faróis de milha aos faróis principais.

Vamos adiantar a história e pular direto para 1990, quando a Chevrolet lança o Opala 4.1 Diplomata SE com grade do Comodoro. Com alguns recursos raros para o mercado nacional: ajuste de altura da coluna de direção de sete posições, ar condicionado com saída para os passageiros no banco traseiro, alarme sonoro para faróis ligados e temporizadores de faróis, da luz interna e dos controles de vidros.

Sempre aperfeiçoando a máquina com retoques em detalhes estéticos e aprimoramentos mecânicos, elétricos e de conforto até o fim da sua produção.

Página 7 de 7
CONTINUAR