A Jeep já começou os testes de rua de seu futuro SUV de 7 lugares, que será produzido em Goiana (PE). Ele será posicionado acima do Compass e terá identidade própria, embora esteja circulando com uma carroceria alterada do SUV médio – como mostra o flagra enviado pelo leitor Álvaro Matos, que fotografou uma “mula” de testes rodando na capital paulista. Fontes ligadas à fabricante explicaram ao Motor1.com que trata-se de um modelo inédito, com nome, visual e até plataforma próprios. O lançamento acontecerá em 2021.

“A plataforma será um híbrido da base do Compass com uma solução que temos na Europa”, revela nossa fonte, explicando que o futuro Jeep de 7 lugares, conhecido como D-Low (por seu posicionamento), estreará a segunda arquitetura da fábrica em Goiana. Deve ser uma fusão entre a Small-Wide, de Compass, Renegade e Toro, com a Giorgio, plataforma do Alfa Romeo Stelvio que será usada em vários outros carros da Fiat-Chrysler, inclusive a próxima geração do Cherokee.

Enquanto trabalha na plataforma, a Jeep vai fazendo os testes do carro com a carroceria do Compass alongada. Nossa fonte garante que é apenas uma “mula” de testes em estágio inicial e que o carro não será um mero Compass alongado, como o que dizem que será lançado na Índia. “É outro carro. Muda caixa de direção, conjunto de suspensão e muito mais”, explica o informante. Seu design será diferente, assim como o nome, que será inédito.

Jeep: Plano 2018-2022

Como o novo SUV está previsto somente para 2021, já irá aproveitar a nova linha de motores turbo da Fiat-Chrysler, recebendo o inédito 1.3 Firefly turbo que já equipa o Compass na Europa. Ele foi criado a partir do Firefly aspirado feito no Brasil, mas com turbo, injeção direta, quatro válvulas por cilindro e o sistema MultiAir, que gerencia abertura e fechamento da válvula de admissão. Ainda tem novos dutos de admissão, coletor de escape integrado ao cabeçote e um sistema de arrefecimento a líquido para reduzir a temperatura dos gases da turbina.

Jeep de 7 lugares - Flagra
Jeep de 7 lugares - Flagra

Na Europa, o 1.3 MultiAir III é oferecido nas versões de 150 cv e 180 cv, sempre com toque de 27,5 kgfm. Pode trabalhar com um câmbio de dupla embreagem ou automático de 9 marchas. Para o Brasil, o mais cotado é o AT9 que já equipa o Compass e o Renegade nas versões a diesel. Aliás, o novo Jeep também usará o motor 2.0 Multijet turbodiesel, que até lá deve receber modificações para redução de consumo e emissões. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here