A espera acabou: uma das motos mais esperadas da KTM nos últimos anos, a pequena trail 390 Adventure foi finalmente apresentada no Salão de Milão (EICMA), na Itália. O modelo foi desenvolvido tendo como base a Duke 390 e será vendido a partir do começo de 2020. As chances de vir ao Brasil, inclusive, são grandes, pois a linha compacta da KTM foi justamente pensada para mercados emergentes e a Duke 390 é o principal produto da marca no país. 

Valendo-se da tradição de ter participado do rali Dakar nos últimos 20 anos, a KTM apresenta a 390 Adventure como uma proposta para viagens curtas e off-road leve. A principal diferença em relação à Duke está na posição de pilotagem mais ereta e nas suspensões elevadas da WPS, com curso de 170 mm na dianteira e 177 mm na traseira. Para complementar, a roda dianteira é de aro 19″ (contra 17″ na naked) e os pneus são de uso misto. Controle de tração e ABS são itens de série, sendo que o ABS pode ser desativado para uso na terra. 

KTM 390 Adventure na Eicma 2019
KTM 390 Adventure na Eicma 2019

O motor monocilíndrico de 373 cc é o mesmo da Duke, mantendo os 43 cv de potência e 3,7 kgfm de torque, ligado ao câmbio de 6 marchas. Já os freios são da Bybree com discos de 320 mm na frente e 230 mm atrás. O tanque de 14,5 litros é 1,1 litro maior que o da naked, para ampliar a autonomia. Já o conforto do piloto foi aprimorado com o para-brisa e os protetores de mão (de série), além da posição mais elevada (banco a 85 cm do solo).  

Como na Duke, a 390 Adventure vem com painel digital TFT colorido e o sistema My Ride, que permite integração com o smartphone do usuário. A moto estará disponível nas clássicas cores da KTM: laranja ou banco com laranja. Principais rivais serão BMW G310 GS e Kawasaki Versys 300.

Fotos: Rideapart.com 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here