Naturalmente aspirado e seis cilindros. Andreas Preuninger, chefe da linha GT da Porsche, não precisa dizer mais nada. Estamos perto de Weissach, onde fica a base técnica da Porsche, para conhecer os novos 718 Cayman GT4 e 718 Boxster Spyder.

Ambos os esportivos não usam uma variante do motor 4.0 boxer de seis cilindros do 911 GT3, como muitos esperavam, mas sim um novo motor 4.0 de seis cilindros. Baseado no 9A2 boxer do 911 Carrera, e construído na mesma linha de produção, ele conta com tecnologias como desativação de cilindros e injetores piezo.

A faixa vermelha está em 8.000 rpm, e o motor gera 420 cv de potência a 7.600 rpm e 42,8 kgfm de torque disponíveis entre 5.000 e 6.800 rpm. Estes números permitem que tanto o GT4 quanto o Spyder alcancem os 100 km/h em 4,4 segundos e tenham velocidade máxima de 304 km/h e 301 km/h, respectivamente. Ambos os carros continuam com transmissão manual de 6 marchas, embora tenham recebidos uma relação de marchas que ajude a dupla a passar nos testes de emissão de poluentes na Europa. Enquanto isso, o peso subiu para mais de 1.400 kg, um ganho de quase 90 kg em comparação à geração passada.

A maior parte do peso extra é atribuída a coisas como o par de filtros de partículas no exaustor e a implementação de um sistema start-stop, que requer a adição de uma bateria e um motor de arranque maior. Ainda assim, Preuninger revela que a diferença de peso real entre os novos carros e seus predecessores é de apenas 30 kg e que o valor dito anteriormente é apenas resultado nas mudanças dos padrões de homologação. Seja lá qual for o número real, acreditamos em Preuninger quando ele diz que nem iremos notar a diferença ao dirigir.

O executivo ainda afirma que o GT4 em particular é, no mínimo, 10 segundos mais rápido do que seu antecessor na pista de Nürburgring. Para isso, o esportivo recebeu várias melhorias aerodinâmicas, incluindo um grande difusor de ar na parte de baixo da carroceria, que faz 50% mais downforce do que o GT4 anterior. As rodas e os pneus são os mesmos, usando rodas de 20″ de liga leve com pneus Michelin Pilot Sport Cup 2 medindo 245/35 na frente e 295/30 na traseira.

Outras melhorias no desempenho incluem o novo ajuste no sistema de vetoração de torque da Porsche, um diferencial mecânico, novos amortecedores e mais. A suspensão traz amortecedores ativos e tanto o GT4 quanto o Spyder estão 30 milímetros mais baixos do que os outros modelos 718.

Os carros ainda receberam alguns elementos do GT3. Mais especificamente, o chassi é conectado à plataforma com juntas em forma de bola. O departamento GT da Porsche usou buchas convencionais de suspensão para manter uma boa e suave experiência ao dirigir nas ruas.

Ainda assim, estes carros são feitos para a pista e quem gosta de correr vai adorar saber que é possível ajustar a cambagem do carro. A maioria dos compradores provavelmente irá evitar mexer nisso, preferindo apertar o botão Sport para deixar os amortecedores adaptativos com uma configuração mais firme. Outros itens dinâmicos incluem um sistema automático de rev-matching e acesso ao aplicativo Porsche Track Precision, que mostra tempos de volta e outras informações para os pilotos.

Porsche 718 Cayman GT4
Porsche 718 Boxster Spyder

Entre os opcionais estão freios de carbono-cerâmica, mais leves e mais resistentes; bancos concha mais leves e várias opções de acabamento.

A Porsche já iniciou as vendas dos esportivos na Alemanha. O Spyder será vendido por 93.350 euros (R$ 406,3 mil), enquanto o GT4 custará 96.206 euros (R$ 418,7 mil). Não, eles não são baratos. Mas, considerando o motor de seis cilindros e seu desempenho, os novos Cayman GT4 e Boxster Spyder até parecem uma barganha quando comparado com outros esportivos. Aguardamos agora a vinda dos modelos ao Brasil.

Fotos: divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here