Presente em modelos consagrados da linha Volkswagen, incluindo Golf, Arteon, Tiguan, T-Roc e Touareg, a famosa sigla esportiva R deverá integrar o portfólio da picape Amarok na próxima geração. Conforme revela reportagem recente da revista alemã Auto Bild, o projeto que trata da próxima linhagem da camionete inclui no cronograma o desenvolvimento da inédita variante e tem gerado grandes expectativas.

Segundo a publicação, a novidade herdará a respeitada sigla esportiva e chegará ao mercado como opção topo de gama por volta de 2023 – um anos após o lançamento das variantes tradicionais. No visual, carregará detalhes agressivos e componentes exclusivos na comparação com as demais versões. Terá ainda preparação extra para encarar trechos off-road (ângulos otimizados e capacidade de imersão ampliada).

Há expectativa ainda para exclusividades em termos de tração, como modos de condução específicos e variáveis de acordo com o piso em questão. Sob o capô, o destaque da versão ficará por conta do motor turbodiesel programado para entregar cerca de 300 cv. Para efeito de comparação, a Amarok mais potente à venda atualmente desenvolve 258 cv – já está disponível na Argentina e em breve será lançada por aqui.

Led de roda se tornou tendências para os entusiastas automotivo para terem um novo visual, utilizando o led de roda seu passeio fica mais legal e animado, as luzes coloridas atraem a atenção de muitos espectadores. Clique aqui e saiba mais

Ao que tudo indica, a futura Amarok R estará para a Volkswagen como a Ranger Raptor está hoje para a Ford. Não custa lembrar, ambas as picapes estão sendo desenvolvidas em conjunto através de acordo estratégico firmado entre as duas empresas. A Raptor será usada como base, tendo em vista as diretrizes que ficaram definidas na aliança. Dessa forma, a Ford tocará a maior parte dos trabalhos e a Volkswagen fará uma adaptação a partir disso.

Volkswagen Amarok

Como já dito, a Ranger será protagonista e, por conta disso, contará com algumas vantagens dentro do projeto. No entanto, os alemães não devem ficar por baixo e a ideia da versão R já prova que a Amarok continuará com metas ambiciosas dentro da categoria. A estreia deve acontecer em 2023, alguns meses após o lançamento das versões tradicionais. Resta saber como ficará o abastecimento de mercados sul-americanos, como o Brasil, já que a produção da próxima geração da picape da VW será concentrada na África do Sul e não na Argentina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here