Assim como foi com a sexta geração, o novo BMW Série 3 também será feito no Brasil. A fabricante confirmou que a produção em Araquari (SC) começa em julho, nas versão 330i – rumores apontavam que o nacional seria o 320i. Para isso, a marca está investindo R$ 125 milhões no complexo, aporte que será usado também para viabilizar a nacionalização do X4.

O investimento da BMW em Araquari mostra o comprometimento da empresa para fazer a fábrica dar certo. Apesar de ter capacidade anual de 32 mil carros, o complexo trabalhou com apenas 35% desta capacidade ao longo de 2018. Uma das alternativas encontradas pela marca bávara é a produção de carros para exportação, como foi feito com X1, que foi enviado para Estados Unidos por um tempo.

De acordo com a fabricante, o processo de montagem teve que ser atualizado. O novo Série 3 tem 200 pontos de solda a mais do que o modelo anterior, além de ser mais complexo para montar por usar mais tecnologias.

Quer se tornar um mecânico de sucesso? Clique aqui !

Em pré-venda desde fevereiro, o novo Série 3 desembarca primeiro na versão 330i M Sport, por R$ 269.950. Virá importado da Alemanha e as entregas começam ainda em março. Em junho será a vez da variante 330i Sport, enquanto a 320i será vendido apenas quando for produzido no Brasil, em um segundo momento ainda não confirmado pela montadora. O 340i com motor de seis cilindros deve vir importada mais tarde.

O novo Série 3 é vendido com o motor 2.0 turbo de quatro cilindros, nas versão 320i Sport de 184 cv e 30,6 kgfm, enquanto o 330i M Sport conta com 258 cv e 40,7 kgfm; Há ainda a versão M340i, com o 3.0 turbo de seis cilindros, com 387 cv, ainda não confirmado para o Brasil. Todos eles utilizam a transmissão automática Steptronic de 8 marchas e tração traseira.

Fotos: divulgação e Donizetti Castilho

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here