Considerado um do segmentos mais promissores da atualidade em mercados de economia emergente, o nicho dos chamados mini-SUVs parece que realmente veio para ficar. Depois de fabricantes como Nissan (Magnite), Renault (Kiger), Hyundai (Venue) e Kia (Sonet), a próxima grande montadora global a marcar presença na categoria será a Honda. A marca já desenvolve internamente o projeto e deverá lançá-lo em junho de 2022, de acordo com a imprensa asiática.

Detalhes ainda são limitados, mas tudo indica que a ideia da marca é unir posicionamento competitivo com rentabilidade, de modo a ampliar participação e firmar posição diante da concorrência principalmente em mercados da Ásia. Não por acaso, o projeto está sendo tocado pela divisão da Índia em parceria com equipes da filial da Indonésia.

O nome ZR-V vem sendo bastante cogitado, sendo a letra Z referência direta à chamada “geração Z” (grupo de pessoas nascidas, em média, entre a segunda metade dos anos 1990 até o início do ano 2010). Esta parcela de público, essencialmente formada por jovens, será o principal alvo da Honda. Outra especulação diz respeito ao posicionamento, já que tudo indica que o modelo será o sucessor natural do WR-V.

Led de roda se tornou tendências para os entusiastas automotivo para terem um novo visual, utilizando o led de roda seu passeio fica mais legal e animado, as luzes coloridas atraem a atenção de muitos espectadores. Clique aqui e saiba mais

O comprimento ficará na casa dos 4 metros, exatamente como os principais rivais, já que a medida rende vantagens tributárias na Índia e acaba tornando o preço final bastante competitivo. Já o design ainda segue como segredo bem guardado, mas certamente a marca não fugirá da filosofia adotada em lançamentos recentes. No interior haverá ampla oferta de recursos de conectividade e entretenimento, assim como teto solar e painel digital.

Sob o capô, são esperados motores 1.0 turbo a gasolina, 1.5 aspirado ou 1.5 turbodiesel de 100 cv. Dependendo do caso, o câmbio poderá ser manual ou automático do tipo CVT. A priori, o foco do modelo será voltado para mercados da Ásia, mas a chegada a países emergentes de outras regiões também é uma possiblidade. No Brasil, seria o carro ideal para ficar abaixo do novo HR-V 2022, que certamente virá mais caro. A conferir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here