Depois de aproximadamente quatro anos no mercado sem grandes mudanças, o Jaguar F-Pace acaba de chegar à linha 2021 munido de importantes atualizações. Dentro da chamada “reestilização de meia-vida”, a marca promoveu ajustes no desenho, incorporou novas tecnologias e deixou o SUV pareado com o que há de mais moderno no segmento (inclusive no campo da eletrificação).

Por fora, o facelift não gerou mudanças radicais, mas realçou alguns pontos do design. Os faróis ganharam nova assinatura de LED, o capô foi ligeiramente redesenhado para se encaixar perfeitamente com a grade e o para-choque foi todo remodelado para receber novas entradas de ar. Além disso, a grade ganhou nova grelha, as rodas foram redesenhadas e, na traseira, as lanternas ficaram mais estreitas e com novo arranjo interno de iluminação.

Já por dentro, as alterações foram bem mais significativas e incluem redesenho completo do painel e do console central. Neste sentido, há novas saídas de ventilação, novos comandos de ar-condicionado, novos porta-objetos, novo volante, novas opções de revestimento e alavanca de câmbio do tipo joystick em substituição ao antigo seletor giratório.

A central multimídia também é nova e conta com 14,1 polegadas, no lugar da anterior de apenas 10 polegadas. O cluster digital de 12,3 polegadas também passou por mudanças e roda agora o software Pivi Pro, que promete novas funções e respostas mais rápidas aos comandos do motorista. Há ainda sistema de som Meridian e iluminação ambiente com 10 cores.

A gama de versões é composta pelos modelos 250, 250 S, S 340 e R-Dynamic S 400. Os dois primeiros têm sob o capô o motor 2.0 turbo de quatro cilindros de 250 cv. Na sequência, o S 340 adota motor 3.0 de 6 cilindros com sistema híbrido-leve e potência de 340 cv. Por fim, o R-Dynamic S usa o mesmo propulsor, porém com 400 cv. Em todos os casos o câmbio é sempre automático de 8 marchas.

Fotos: Divulgação 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here