A nova geração do Nissan Sentra foi apresentada no México, onde ele é produzido para toda a América, e abre a possibilidade de que ele seja importado novamente para nosso mercado. A fabricação em Aguascalientes já havia começado para abastecer o mercado norte-americano, onde o sedã ganhou prêmios como melhor carro de 2020. Oficialmente, a fabricante diz que tem interesse em trazer o carro, mas depende de fatores como o dólar e situação do segmento de sedãs médios, que está em queda constante.

Assim como no mercado norte-americano, o Nissan Sentra vendido no México será oferecido com o motor 2.0 aspirado de 151 cv a 6.000 rpm e 20,2 kgfm a 4.000 rpm, que é 12% mais potente e tem 13% mais torque do que a geração anterior. A transmissão pode ser a manual de 6 marchas ou a automática do tipo CVT simulando 8 posições. Os testes nos EUA dizem que ele faz 12,1 km/litro na cidade e 16 km/l na estrada de consumo médio.

O sedã agora é construído sobre a plataforma modular CMF-C/D, variante usada em modelos médios do grupo Renault-Nissan. Mede 4,64 metros de comprimento, 1,81 m de largura, 1,45 m de altura e 2,71 m de entre-eixos, o que significa que está 1 cm mais comprido, 5 cm mais largo e 5 cm mais baixo que antes. O porta-malas tem capacidade para 405 litros.

No México, o novo Sentra será oferecido em quatro versões: Sense, Advance, SR e Exclusive, todas com opção entre câmbio manual ou CVT, com exceção da variante topo de linha Exclusive, vendida somente com o CVT. Parte de 309.900 pesos (cerca de R$ 72.795), chegando a 465.500 pesos (R$ 109.345). Como comparação, ele é mais barato do que o Toyota Corolla na versão de entrada, mas fica mais caro na topo de linha, que custa entre 325.600 pesos (R$ 76.353) e 435.900 pesos (R$ 102.218).

A Nissan aposta em uma lista de equipamentos mais completa para atrair os clientes. Ele recebeu uma nova central multimídia compatível com Android Auto e Apple CarPlay, sistema de som da Bose com 8 alto-falantes, câmera de 360°, frenagem automática de emergência com detecção de pedestres, alerta de ponto cego, alerta de tráfego cruzado traseiro com frenagem automática em marcha-ré, teto solar, faróis em LED e mais.

Caso o Nissan Sentra 2021 venha ao Brasil, o lançamento deve acontecer somente no ano que vem, pois o foco da empresa é trazer primeiro o novo Versa ao país. E ainda deve esperar pela estreia do Kicks reestilizado, já que este é o modelo mais vendido da empresa por aqui. A geração anterior do Sentra ainda é oferecida pela marca em nosso mercado, em três versões, com preços entre R$ 87.990 e R$ 108.990.

Led de roda se tornou tendências para os entusiastas automotivo para terem um novo visual, utilizando o led de roda seu passeio fica mais legal e animado, as luzes coloridas atraem a atenção de muitos espectadores. Clique aqui e saiba mais

Fotos: divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here