Lançado inicialmente na China e no Brasil e posteriormente confirmado para o México, o Chevrolet Onix Plus acaba de ganhar um novo e importante destino internacional: o Oriente Médio. Em anúncio realizado recentemente durante o Salão de Dubai, a General Motors anunciou que a chegada do modelo à região está programada para o final de 2020 e que a gama será composta por três diferentes opções de acabamento.

O motor 1.0 turbo de 116 cv será padrão, como no Brasil, mas haverá como opcional nas versões de topo o propulsor 1.2 turbo de 139 cv da mesma família Ecotec de 3 cilindros – o mesmo que será usado pela nova geração do Tracker, já indicando a possível potência deste propulsor por aqui (o Tracket atual é vendido com motor 1.4 turbo de 4 cilindros e 150 cv). Em ambos os casos, o câmbio será sempre automático de 6 marchas.

Assim como no mercado brasileiro, a lista de equipamentos de série promete ser um dos principais diferenciais. Incluirá 6 airbags, freios ABS, controles de tração e estabilidade, sistemas de assistência à condução e central multimídia MyLink. A concorrência virá de modelos recém-renovados como o Nissan Versa, além de outros rivais asiáticos como Hyundai Accent e Kia Rio Sedan. 

A oferta da variante hatchback também é uma possibilidade, mas a marca não confirmou o lançamento até o momento. Também não foi divulgado qual será o país de origem da importação, tendo em vista que há linhas de montagem tanto no Brasil quanto na China – e partir do primeiro semestre de 2020 também no México.

Depois do Brasil, o Onix nacional começará a ser vendido na Argentina a partir de 28 de novembro – data de lançamento do modelo Plus (sedã) no país vizinho. Por aqui, ainda neste mês será lançada a versão hatch. A geração anterior segue nas lojas com o nome Joy. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here