A Volkswagen tinha várias opções para divulgar o primeiro esboço oficial do novo Golf, só que a fabricante decidiu mostrá-lo primeiro no documento para os acionistas, apresentado durante o encontro anual do grupo. Nele, há dois desenhos do hatch médio, um mostrando ele de frente e outro adiantando como será seu interior. Além disso, a marca ainda confirmou que irá revelar o veículo em outubro, em um evento em Wolfsburg (Alemanha).

O esboço do lado de fora do novo Volkswagen Golf confirma os flagras do veículo praticamente sem camuflagem. Será uma evolução do carro atual, ao invés de apostar em um visual totalmente diferente. Uma das mudanças é o novo formato dos faróis, a grade frontal menor e o para-choque redesenhado. Como é de praxe, o desenho está com as proporções um pouco exageradas, principalmente nas rodas.

A imagem mais interessante é a do interior, que não tinha sido visto até agora. Traz o novo volante da marca, que estreou no Volkswagen T-Cross europeu, a nova geração do painel de instrumentos digital da marca e com a central multimídia logo ao lado, como se as duas telas fossem integradas. Não terá as 15” do display usado no novo Touareg, só que aparenta ter 7”.

Volkswagen Golf 2020 - Teasers

Tem um console bem limpo, com poucos botões e um acabamento prata que vai até as portas. Aparenta ter os comandos do ar-condicionado como um painel sensível ao toque posicionado logo abaixo da multimídia (a qualidade da imagem não ajuda, mas é possível notar traços azuis e vermelhos e o símbolo de liga-desliga).

Quer se tornar um mecânico de sucesso? Clique aqui !

O documento ainda confirma que o novo Golf será vendido com motores a gasolina, diesel, gás natural comprimido e uma variante híbrida plug-in, que deve manter a autonomia de 80 km no modo elétrico. Até o momento, sabíamos apenas que a versão elétrica e-Golf estava fora dos planos, já que a marca irá substituí-lo pelo inédito ID.3. Claro, terá também versões esportivas como o GTI e o Golf R, confirmados para 2020.

No Brasil, o futuro do Volkswagen Golf será a versão GTI. A marca já encerrou a produção do hatch nas variantes 1.0 e 1.4 turbo em São José dos Pinhais (PR), além de interromper a importação da perua Golf Variant. Executivos ligados à marca disseram ao Motor1.com que o futuro do segmento dos hatches médios será servir de vitrine de tecnologias e tornar-se um carro de nicho, para clientes que preferem a sensação de dirigir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here