Fiat Argo: 97,7

O Fiat Argo roubou a liderança do Volkswagen Polo neste ano entre os hatches compactos premium

O Fiat Argo roubou a liderança do Volkswagen Polo neste ano entre os hatches compactos premium (Henrique Rodriguez/Quatro Rodas)

A vitória do Argo é duplamente curiosa. Por um lado, porque ele era o segundo colocado em 2108 mesmo tendo uma nota mais alta do que agora: perdeu 0,5 ponto. Por outro, porque faturou o título da categoria tendo sido o melhor em apenas cinco critérios dos 23 pesquisados, muito pouco considerando que o Polo ganhou em 11 e o Yaris em seis.

E o que explica, então, o Fiat ter chegado ao topo do pódio? Simples: ele não foi  o pior dos hatches em nenhum ponto avaliado.

Houve apenas algumas críticas à confiança na marca (93,2). Já os elogios sobraram, como em rapidez no arranque (106,5), design (106,1) e nível de ruído (96,7).

Pontuação no anterior: 98,2

Os elogios:

  • Arraque
  • Design
  • Nível de ruído

As críticas:

“Suspensão muito macia, boa qualidade de som e de multimídia, econômico e ótimo espaço para sua categoria.” José Leolino de Avila Filho, Aracaju (SE)

Toyota Yaris: 97,1

Toyota Yaris “chegou, chegando” e ficou com a segunda colocação em seu primeiro ano no ranking

Toyota Yaris “chegou, chegando” e ficou com a segunda colocação em seu primeiro ano no ranking (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Esta é a estreia do Yaris em Os Eleitos – e já começou bem.

Encostou no líder e ficou à frente do Polo, o campeão em 2018.

Qualidades não faltaram: porta-malas (108,3), design (104,7), espaço interno (103,3), confiança na marca (98,8) e durabilidade das peças (96,6). Mas ficou devendo em preço de compra (86,1) e nível de equipamentos (89,6).

Pontuação no anterior: –

VW Polo: 96,6

VW Polo Polo despenca na pontuação, deixa a primeira colocação e amarga o terceiro lugar da categoria

Polo despenca na pontuação, deixa a primeira colocação e amarga o terceiro lugar da categoria (Christian Castanho/Quatro Rodas)

É impressionante como o Polo caiu: perdeu 3,8 pontos e foi o terceiro após ter sido campeão em 2018.

Analisando as respostas, nota-se que o fato de o VW ser um modelo novo na época ajudou na sua avaliação.

Hoje, com mais tempo de uso, os donos criticaram nível de ruído (79,9), acabamento (80) e preço de compra (82,8). Porém, foi muito bem na modernidade do projeto (101,2).

Pontuação no anterior: 100,4

Renault Sandero: 96,4

Sandero ganha mais pontos, mas perde uma posição

Sandero ganha mais pontos, mas perde uma posição (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Quando surgiu, o Sandero era referência em espaço interno e porta-malas.

Mas o tempo passou e os rivais da sua categoria progrediram e hoje nem sequer é o segundo mais bem avaliado nesses quesitos: perdeu para Argo, Yaris e Polo. Mas ainda
é insuperável em preço de compra (90,8).

Tem muito a evoluir no custo de peças (85,6) e no consumo urbano (88,8).

Pontuação no anterior: 96,1

5º VW Fox: 94,8

Sem renovação, o Fox se mantém em quinto perdendo em nove atributos

Sem renovação, o Fox se mantém em quinto perdendo em nove atributos (Arquivo/Quatro Rodas)

Com um projeto já antiquado, o Fox não é mais páreo para a concorrência.

Ele repetiu a última colocação na categoria e conseguiu ser o pior entre todos os hatches em nove atributos pesquisados, como em consumo urbano (87,5), itens de segurança (88,9) e valor de seguro (89,4).

Ao menos, ainda se defende bem no tamanho da rede autorizada: tem a melhor nota do grupo, com 104,1.

Pontuação no anterior: 94,3

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here