Maverick Chat/Reprodução

A Ford estudou bastante o mercado norte-americano antes de relançar a Ranger por lá, em 2018, após hiato de 7 anos. É que em um país onde a gigante F-150 é o veículo mais vendido, a Ranger – que por aqui é uma das maiores picapes médias – é considerada uma picape pequena. A inédita Ford Maverick será ainda menor que ela.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine por apenas R$ 8.90

Isso fica bem claro nos flagras publicados no fórum Maverick Chat. A Maverick é uma picape visivelmente mais baixa e até mais urbana que a Ranger.

Além da menor distância livre do solo, suas caixas de roda são menores, o que implicaria em menor curso da suspensão. O comprimento total e o tamanho da cabine das duas, porém, são semelhantes.

Maverick Chat/Reprodução

Na prática, a Ford Maverick estará mais próxima de uma Fiat Toro do que de uma picape média convencional. Isso porque ela também terá carroceria monobloco (e não uma cabine independente da caçamba com ambas montadas sobre um chassi de longarinas).

Maverick Chat/Reprodução

Tal solução reduz peso, melhora a dinâmica de condução em ambiente urbano, o consumo e também otimiza o custo de produção.

Continua após a publicidade
Maverick Chat/Reprodução

Sua plataforma será a mesma da nova geração do Focus, que também foi emprestada aos SUVs Escape e Bronco Sport. Mas será fabricada no México, ao contrário dos outros dois, fabricados nos Estados Unidos. Isso poderia facilitar seu lançamento no Brasil se, hoje, o dólar não fosse a maior barreira.

Led de roda se tornou tendências para os entusiastas automotivo para terem um novo visual, utilizando o led de roda seu passeio fica mais legal e animado, as luzes coloridas atraem a atenção de muitos espectadores. Clique aqui e saiba mais

Leandro Alvares/Overboost/Reprodução

A Ford nem mesmo confirma o nome, ainda que tenha aparecido em vazamento da tampa da caçamba. A fabricante apenas diz que terá uma estreia importante em 2021 em uma categoria que onde não participa.

Leandro Alvares/Overboost/Reprodução

Os rumores veiculados pela imprensa norte-americana apontam que a picape herdará até mesmo os motores do Bronco Sport. Em outras palavras, terá 1.5 turbo de três cilindros nas versões de entrada, com 184 cv e 26,3 kgfm de torque, e o quatro cilindros 2.0 turbo de 248 cv e 38 kgfm (conhecido do extinto Fusion) nas mais caras. O câmbio seria o automático de oito marchas.

Maverick Chat/Reprodução

Não há informações sobre uma versão diesel – que existe na Fiat Toro brasileira – mas o uso do 2.0 EcoBlue do Focus europeu pode ser uma opção. Mas o flagra revela suspensão traseira por eixo de torção, que será padrão pelo manos nas versões com tração dianteira – as 4×4 teriam, obrigatoriamente, sistema multilink na traseira. 

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Continua após a publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here