Responsável por avaliar o nível de segurança de veículos vendidos nos mais variados mercados, o Global NCAP submeteu recentemente às tradicionais provas de impacto o Renault Kwid produzido na Índia. Especificamente, a entidade avaliou a versão destinada à África do Sul e o obteve o resultado de apenas 2 estrelas, de um total de 5 possíveis.

O desempenho passa longe de ser considerado positivo, mas ainda assim é superior à performance do Kwid vendido na própria Índia (que recebeu apenas 1 estrela). A diferença se dá pelo fato de a variante comercializada no mercado sul-africano ser mais equipada, mesmo saindo da mesma fábrica.

Renault Kwid - Global NCAP

Enquanto a configuração africana conta com airbags frontais, freios ABS e lembrete do cinto de segurança como equipamentos de série, o equivalente indiano oferece apenas airbag para o motorista como item padrão. A presença de equipamentos extras também gerou diferenças no peso, que é de 965 kg contra 928 kg, respectivamente.

Sobre a performance nas provas, o Global NCAP destaca que o Kwid sul-africano alcançou 7,78 pontos de um total de 17 possíveis na proteção para ocupantes adultos – o que, curiosamente, é inferior ao resultado do indiano (8,28). No entanto, a classificação de 2 estrelas foi concedida pelo fato de o nível de lesão no peito do passageiro dianteiro ter evoluído de “fraco” para “adequado”, graças ao airbag adicional. 

Led de roda se tornou tendências para os entusiastas automotivo para terem um novo visual, utilizando o led de roda seu passeio fica mais legal e animado, as luzes coloridas atraem a atenção de muitos espectadores. Clique aqui e saiba mais

Já na proteção infantil, a versão sul-africana se saiu bem melhor: 19,68 pontos (de um total de 49 possíveis) contra 10,91 pontos da configuração indiana. Só não ficou clara a razão para tamanha diferença no desempenho, uma vez que nenhum dos carros é equipado com pontos de ancoragem ISOFIX.

Kwid no Brasil

Por aqui, o Kwid é fabricado em São José dos Pinhais (PR) e recebeu uma série de mudanças estruturais na comparação com as versões estrangeiras. É, por exemplo, 20% mais pesado, sendo que só a estrutura do banco do motorista pesa 9 kg a mais. Usa chapas de aço de alta resistência, além de oferecer sistema ISOFIX para assentos infantis e airbags laterais – o primeiro carro do segmento a vir com este item de série. Nos testes de 2017 do Latin NCAP, conseguiu 3 estrelas.

Fotos: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here