Novo sedã também atingiu a maior pontuação em proteção de crianças desde que o protocolo atual entrou em vigor em 2016

Toyota Corolla recebeu 5 estrelas nos testes do Latin Ncap

Toyota Corolla recebeu 5 estrelas nos testes do Latin Ncap (Latin Ncap/Divulgação)

Sucesso de vendas em 2019 e apontado como um dos grandes lançamentos do ano, o Corolla apresentou mais um motivo para orgulhar os engenheiros da Toyota.

O sedã emplacou cinco estrelas no teste de segurança do Latin Ncap e se tornou o carro produzido no Brasil mais seguro segundo os parâmetros da entidade.

Isso porque, dos carros testados que receberam pontuação maior no teste para passageiros adultos, Toyota Hilux e Chevrolet Cruze são fabricados na Argentina e o Mitsubishi Eclipse Cross utilizado nos testes foi produzido no Japão, já que a produção nacional do SUV teve início apenas neste mês de dezembro na fábrica de Catalão (GO).  

Carro é equipado com 7 airbags: dois frontais, um de joelho para o motorista, dois laterais e dois de cortina

Carro é equipado com 7 airbags: dois frontais, um de joelho para o motorista, dois laterais e dois de cortina (Latin Ncap/Divulgação)

Equipado de série com sete airbags e Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC), o modelo passou por testes de impacto frontal, impacto lateral, impacto lateral de poste, além do teste do ESC.

Os resultados obtidos em todos os testes foram bons, o que garantiu 31,63 pontos de 34 possíveis para o sedã nipo-brasileiro.

No ensaio realizado para proteção de ocupantes crianças, o Corolla também recebeu cinco estrelas e garantiu a maior pontuação (45 pontos de 49 possíveis) entre todos os carros testados pelo Latin Ncap, desde 2016.

No teste para passageiros crianças, o Corolla recebeu a maior pontuação do atual protocolo

No teste para passageiros crianças, o Corolla recebeu a maior pontuação do atual protocolo (Latin Ncap/Divulgação)

De quebra, o novo sedã ainda recebeu dois Latin Ncap Advanced Awards, espécie de bonificação por oferecer frenagem autônoma de emergência (AEB) como opcional e por estar de acordo com os padrões internacionais para proteção de pedestres.

A partir de 2020, um novo protocolo, mais rígido, do Latin Ncap entrará em vigor. Com as novas regras, ESC e AEB serão requisitos mínimos para as 5 estrelas e os carros passarão por testes de atropelamento, simulando colisões contra pedestres.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here