Com a chegada do T-Cross, a fábrica de São José dos Pinhais (PR) teve que priorizar a produção do SUV. Desde então, nos despedimos do Golf nas versões 1.0 TSI e 1.4 TSI, sobrando apenas o esportivo GTI como opção do hatch médio. Mas isso acaba agora, com o site oficial da Volkswagen deixando de oferecer o modelo, para a tristeza dos fãs.

Na verdade, em diversas oportunidades, representantes da VW afirmaram que a produção do GTI foi acelerada no final de 2018 para abastecer estoque para o ano e priorizar a aceleração da produção do T-Cross. Na época, falavam que voltaria, mas foi algo que não aconteceu e, já no lançamento do Golf GTE, alguns diziam que o GTI não voltaria mais a ser produzido no Paraná. 

Nesta semana, o site da Volkswagen não exibe mais o GTI, deixando o espaço para o híbrido GTE, que chega em edição limitada e vendido em apenas três concessionárias no país, sendo uma em São Paulo (SP), uma em Brasília (DF) e outra em Curitiba (PR). Ao mesmo tempo, há uma grande possibilidade da oitava geração chegar ao nosso mercado tanto na versão GTI quanto na GTE.

O Golf GTI MK7 foi um dos esportivos mais desejados do nosso mercado desde seu lançamento em 2013. Chegou aos 230 cv no motor 2.0 TSI no que chamam de MK7,5, com o câmbio DSG (dupla embreagem) de 6 marchas, além do acerto de suspensão e direção mais afiados que nas versões “normais”. Seu preço era de R$ 151.530, sem contar os opcionais. Como opção de esportivo, além do Golf GTE, há o VW Jetta GLI, que tem o mesmo conjunto mecânico, por R$ 144.990. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here