Muito aguardado pelo mercado, o primeiro SUV compacto da Volkswagen não está tendo vida fácil nas lojas – ao menos neste começo de carreira. Agora na primeira quinzena de maio, o T-Cross está registrando somente 1.182 emplacamentos no mês, número que o deixa na sexta posição da categoria, atrás inclusive do Ford EcoSport, com 1.402 unidades. 

Embora a VW não tenha falado abertamente numa meta de vendas, fontes ligadas à marca nunca esconderam que esperavam brigar no top 3 do segmento, talvez até disputar a liderança. Isso implicaria num volume de 4 mil a 5 mil unidades mensais, algo que parece distante pelo menos neste segundo mês de lojas. 

Atualmente, o Jeep Renegade lidera a categoria de SUVs compactos com folga: já tem 23.892 unidades em 2019, uma bela margem para os 18.452 emplacamentos do Nissan Kicks. Em briga apertadíssima, Hyundai Creta (17.380) e Honda HR-V (17.376) disputam a terceira posição. Por enquanto tranquilo na posição, o EcoSport é quinto (11.735). No acumulado, o T-Cross registra 3.229 carros. 

VW T-Cross 200 TSI MT - Teste

Em conversas com concessionários VW da capital paulista, ouvimos que o T-Cross está sofrendo pelo preço. Isso porque seus pares de loja, como Virtus e Jetta, estão sendo vendidos com bônus e o sedã médio também está com taxa zero, enquanto a novidade é oferecida nos valores de tabela. Também há relatos de clientes que foram atrás do T-Cross Highline equipadão e acabaram levando a versão de entrada do Tiguan, também com condições de pagamento mais atraentes.

Ainda de acordo com concessionários, a procura maior está sendo pela versão Highline, enquanto as Comfortline podem ser facilmente encontradas à pronta entrega. 

Disponível nas versões 200 TSI manual e automática, 200 TSI Comfortline automática e Highline 250 TSI automática, o T-Cross tem preços de R$ 84.990 a R$ 109.990, sem contar os opcionais.

Fotos: divulgação e arquivo Motor1.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here